Armadilha ‘cola’ pássaros em telhado de empresa em Rio Claro, SP

gel mata passarosPolícia Militar Ambiental conseguiu resgatar 16 aves, mas três morreram.

Prestadora do serviço e empresa responderão pelo crime de maus-tratos.

 

A Polícia Militar Ambiental (PMA) resgatou 16 pássaros que ficaram colados no telhado de uma empresa no Distrito de Ajapi, em Rio Claro (SP), na manhã desta quinta (16). Segundo informações da PMA, um gel colante foi utilizado com o objetivo de exterminar pombos e outras espécies caíram na armadilha.

Os pássaros, 15 pardais e um siriri, foram socorridos para uma clínica veterinária para fazer a remoção do gel, mas três não resistiram. Outras aves já estavam mortas quando a PMA chegou ao local, mas o número não foi divulgado.

De acordo com o veterinário Geraldo Wieschmann, outros pássaros ainda correm risco de morte. Segundo ele, o gel grudou nos bicos e nas penas, impedindo-os de voar. Os outros serão soltos assim que se recuperarem.

O veterinário disse estar chocado com a crueldade da empresa. “É um crime terrível, devia fazer isso com quem fez. É deprimente”, lamentou Wieschmann.

Crime
O caso foi descoberto através de uma denúncia. A empresa, que não teve o nome divulgado, alegou ter contratado o serviço para a exterminação de pombos.

A Polícia Ambiental informou que a empresa e a prestadora do serviço foram multadas em R$ 9 mil cada e irão responder pelo crime de maus-tratos aos animais, conforme o artigo 32 da lei federal 9605/98. Ambas ainda podem recorrer da multa.

A Polícia Militar Ambiental de Rio Claro recebe denúncias pelo telefone (19) 3524-2339.

http://g1.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Codigo de seguranca *