Reprodução de emas em cativeiro

Tanto na coleta quanto na incubação, os ovos de ema podem ser colocados na posição horizontal
Tanto na coleta quanto na incubação, os ovos de ema podem ser colocados na posição horizontal

Em cativeiro, o sistema de acasalamento pode ser em grupos de um a dois machos para duas a dez fêmeas ou em colônias de uma ou mais dezenas de animais. As fêmeas põem cerca de 20-25 ovos, no primeiro ano de postura, aumentando com a idade, sendo a média de ovos postos, por ano, na idade adulta aproximadamente 25 ovos (no Brasil) e 45 ovos (na América do Norte). Estes números vêm aumentando nos criadouros mais tecnificados em resposta a um trabalho de seleção genética e a certas práticas de manejo.

As práticas recomendadas para aumentar a postura e o nascimento de filhotes viáveis envolvem o manejo dos animais e dos alimentos, variando com o local (condições climáticas) do criatório e os recursos, bem como as preferências do fazendeiro. Uma das mais importantes é a incubação artificial dos ovos, pois a retirada diária dos ovos do ninho estimula a postura. Outros fatores a serem considerados são a área disponível para os piquetes de reprodução, o número de reprodutores e a dominância ou potência dos machos. Bons resultados têm sido obtidos com a introdução de machos reservas no terço final do período de postura, caracterizado pela redução do número de ovos e da fertilidade. A entrada desses machos no grupo reinicia as disputas pelas fêmeas, estimula sexualmente os animais e tem resultado no prolongamento dos períodos de postura e de nascimento dos pintinhos.

Manejo dos ovos – a coleta dos ovos deve ser feita cuidadosamente e com frequência para evitar contaminação e danos físicos. Deve ser realizada, de preferência, quando a película de mucina que envolve o ovo estiver seca.

Miriam Luz Giannoni, coordenadora do Curso Criação de Ema, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, dá a dica: “Deve-se ter cuidado para não agitar os ovos. Tanto na coleta quanto na incubação, os ovos de ema podem ser colocados na posição horizontal”.

Qualquer ovo que apresente defeito, antes ou durante a incubação, deve ser removido imediatamente. Deve-se ter especial cuidado com a origem dos ovos, pois o manejo inadequado dos ninhos e as falhas no controle sanitário do plantel podem resultar em ovos com altas taxas de contaminação por fungos e bactérias, que, além de reduzir a eclodibilidade (nascimento), resultam em mortes dos filhotes nas primeiras semanas. Os contaminados podem espalhar rapidamente as infecções para outros ovos.

Limpeza dos ovos – Qualquer método de limpeza removerá pelo menos um pouco do filme de mucina protetor, tornando o ovo mais susceptível à contaminação ou infecção durante a incubação. Deve-se avaliar bem a situação antes de se decidir pelo método a ser adotado. A sujeira leve pode ser removida através de limpeza seca com uma lixa fina, tendo cuidado para não esfregar excessivamente os ovos.

Fonte http: www.tecnologiaetreinamento.com.br

One thought on “Reprodução de emas em cativeiro

  • 08/20/2013 em 12:49
    Permalink

    Gostaria de receber mais informações sobre o curso criação de emas

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *