PF apreende 400 passáros

No norte do estado, no município de Carmo, na BR-116, os policiais encontraram 270 pássaros que eram transportados no bagageiro de um ônibus que vinha da Bahia. Os animais estavam acondicionados em caixas fechadas, o que resultou na morte de diversos espécimes.

No sul do Rio de Janeiro, no município de Itaguaí, na BR-101, outra operação da PF resultou no resgate de 130 pássaros que eram levados dentro do porta-malas de um automóvel.

Entre as espécies, estavam 107 trinca-ferro (dos quais mais de dez morreram), 150 pichanções (ameaçados de extinção) e 15 corrupiões. Os pássaros seriam vendidos em feiras livres, uma delas no município de Duque de Caxias.

As apreensões foram feitas por agentes da Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente e Patrimônio Histórico (Delemaph) e foram acompanhadas pelo delegado Alexandre Carvalheira.

Quatro pessoas foram presas, incluindo um cabo da Polícia Militar lotado no 16o Batalhão de Olaria. De acordo com o delegado, eles poderão continuar presos por receptação.

Autor: Agência Brasil
http://www.adpf.org.br/modules/news/article.php?storyid=40972

Segundo Carvalheira, 80% dos pássaros já foram soltos na Reserva Biológica do Tinguá, na Baixada Fluminense, e os demais, por não terem presença no estado, foram entregues ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para serem devolvidos aos seus locais de origem.

O policial chama a atenção para a participação de motoristas de ônibus no esquema de tráfico de animais. “Freqüentemente os motoristas participam, pois é difícil imaginar que eles não saibam – pelo tamanho, o cheiro e o barulho da carga – que se tratam de pássaros”, disse o delegado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *