Condomínio de pássaros

Cada vez mais o homem invade o meio ambitente deixando os pássaros sem alternativa, obrigando os a se adaptar, mudar de seu meio e mutas vezes infelizmente a sua extincao.

O trabalho dos artistas ingleses Bruce Gilchrist e Jo Joelson, tem o objetivo de mostrar de exatamente como agredimos o meio ambiente vivendo de forma bem populosa em cidades predios condominios, criaram basicamente verdadeiras cidades e condominios de casas de pássaros penduradas em arvores modificando sensivelmente a paisagem, porem dando oportunidades aos passaros.

Fonte http://www.londonfieldworks.com/projects/spontaneous-city/gallery.phpSpontaneousBirdCity_interna SpontaneousBirdCity1 SpontaneousBirdCity2 SpontaneousBirdCity3 SpontaneousBirdCity4 SpontaneousBirdCity5 SpontaneousBirdCity6 SpontaneousBirdCity7 SpontaneousBirdCity8 SpontaneousBirdCity9 SpontaneousBirdCity10 SpontaneousBirdCity11

Ler mais

Morador vai à Justiça contra corte de árvore com ninhos em obra da Copa

Árvores são retiradas dos canteiros onde o VLT vai passar em Cuiabá.
Mais de 60 ninhos com filhotes foram encontrados em árvore.

Um morador de Cuiabá protocolou uma queixa no Ministério Público Estadual (MPE) na tentativa de impedir que uma árvore com mais de 60 ninhos de pássaros da espécie Japuíra, comum da região pantaneira mato-grossense, seja retirada de uma das principais avenidas da capital para a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

Ataíde Alves da Silva é morador da região e diariamente percorre o trajeto passando pelo canteiro, onde está a árvore, para ir ao trabalho. Como os ninhos são próximos à avenida e parecem que pendem dos galhos, chamam a atenção dos motoristas que trafegam pelo local. “O cenário é maravilhoso e já faz parte do cotidiano. Como a árvore fica próxima ao sinaleiro, aproveitamos [motoristas] para apreciar o canto e voos rasantes das aves”, declarou o morador ao G1.

Ele disse que a intenção é impedir que a árvore seja retirada com o ninhal ainda cheio de filhotes, para as obras do modal de transporte público. Ataíde Alves, que trabalha com representação comercial, contou também que tirou várias fotos e as encaminhou para o Ministério Público. “Os ninhos estão cheios de filhotes e avalio que alguma coisa deve ser feita com eles antes da árvore ser retirada”, observou.

Ao G1, o Consórcio Cuiabá, responsável pela execução da obra, informou por meio de nota que biólogos estão acompanhando a reprodução dos ninhos identificados em 16 árvores na Avenida Fernando Corrêa Costa. No entanto, garante que “a árvore em que for verificada a existência de ninhos será preservada até que sejam abandonados pelos pássaros e seus filhotes”, consta trecho da nota.

O consórcio afirma também que somente após essa etapa de reprodução dos pássaros e depois de ter feito um levantamento conclusivo é que as equipes de cortes e supressão vão ter autorização para prosseguir nos trabalhos.

Das 16 árvores monitoradas na avenida, os biólogos identificaram que oito delas já tiveram os ninhos abandonados pelos pássaros. No caso da espécie Japuíra, foi constatado que os pássaros ainda estão alimentando os filhotes.

Por conta do VLT, devem ser retiradas mais de 2,5 mil árvores dos canteiros de ruas e avenidas da capital para a Copa do Mundo de 2014. Ainda em nota, o Consórcio Cuiabá reafirma que será executado todo um projeto paisagístico que prevê o plantio de 3.500 árvores ao longo do trajeto do VLT.

Habitat urbano
A permanência dos pássaros japuíras em meio centro urbano, de acordo com o biólogo e ornitólogo João Batista, se dá quando o ambiente é próximo de uma mata ciliar ou a rios. “No caso em questão, a árvore com os ninhos está bem perto do Rio Coxipó, o que favorece a adaptação das aves e não compromete o desenvolvimento”, explica.

Batista também ressalta que as aves estão no local há pelo menos quatro anos e que a reprodução da espécie ocorre até o final de novembro o que fará, segundo ele, com que os pássaros deixem os ninhos rumo a um novo habitat.

G1

Ler mais