Mil tsurus

Da família dos grous (cegonhas) o tsuru é uma ave japonesa que por aqui ficou famosa pela sua representação em forma de dobradura.

Quem nunca tentou fazer um origami de tsuru, deveria tentar. É divertido, bonito e requer habilidade e atenção. Quem já tentou, sabe que esse pássaro de papel acaba por se tornar um desses vícios: fazemos em ônibus, em filas de espera, para dar de presente, e em outras ocasiões.

tsuru-cegonha-origami

 

Os tsurus também têm sido hoje usados para decoração. Há móbiles de tsurus, por exemplo, entre outras peças. É fácil encontrar na internet dicas de como decorar sua casa com esses coloridos pássaros de papel.

Mas o que os tsurus carregam em suas asas é também um apelo à esperança e à paz. Conta a lenda que uma garotinha chamada Sadako Sasaki, depois de ter desenvolvido leucemia por conta da exposição à radiação da bomba atômica de Hiroshima, ouviu dizer que se fizesse mil tsurus, qualquer pedido seu seria atendido. Ela queria se curar. E foi fazendo seus pássaros de papel que chegou ao número 644. Não sobreviveu, mas aprendeu nesse tempo que sua doença era fruto de uma guerra desumana, e então disse que escreveria a palavra “paz” nas asas dos seus tsurus e que eles voariam o mundo, espalhando a esperança por um lugar sem guerras.

Por Thiago Majolo

 

Ler mais

Tucano de bico verde (Ramphastos dicolorus)

tucano2_800
tucano The_Bright_Toucan_by_Terydinho

 

Características – é a espécie mais comum do Brasil meridional. Mede 45 cm. Plumagem negra com peito superior amarelo, região ventral vermelho-ferrugíneo, face amarela com região oftálmica circundada por pele vermelha. Íris verde. Bico verde com base preta.

Seu nome científico é Ramphastos dicolorus.

Símbolo da rica fauna brasileira, o tucano de bico verde é uma ave que mede cerca de 50 centímetros e é encontrado em áreas serranas do sudeste e do sul brasileiro. Geralmente esses tucanos são encontrados em pares, mas não é raro que formem bandos com mais de 20 aves. Colocam de dois a quatro ovos por vez e o período de incubação é de 18 dias. Enquanto a fêmea choca o ovo o macho lhe traz alimento e, assim que os filhotes nascem, ambos se revezam na alimentação e na segurança do ninho.

tucano_de_bico_amarelo-800x600

Habitat – áreas florestadas, desde o litoral até as zonas montanhosas.

Ocorrência – América do Sul
Hábitos – é gregário e arborícola. São grandes dispersores de sementes. Excelente saltador e voador. Vôo lento.
Alimentação – Onívoro (frutos, animais vivos, como pássaros e ratos, sementes, insetos, aranhas e ovos de outras aves).
Reprodução – faz ninho em um oco de árvore onde a fêmea deposita de 2 a 4 ovos que eclodem após 18 dias de incubação. Os filhotes são alimentados pelos pais até que possam sair sozinhos do ninho.
Ameaças – destruição do habitat, caça e tráfico de animais silvestres.

Eles se alojam em cavidades no alto de árvores e são animais onívoros, se alimentando de pequenos artrópodes, figos, canela, palmito, baguaçu entre outros frutos.

Ler mais

Tucano

Tucano com meu amigo Jose RicardoO tucano é encontrado nos dosséis das florestas tropicais da América do Sul, desde as Guianas até o norte da Argentina. Sua distribuição vem desde o Piauí, Tocantins, Mato Grosso até o extremo norte do Rio Grande do Sul. Sua distribuição no litoral é desde o Rio de Janeiro até Santa Catarina. O tucanoçu ou tucano é a maior espécie de tucano (Ramphastídeos). Seu enorme bico de cores brilhantes parece pesado, entretanto é formado por uma estrutura óssea não maciça e areada que lembra um favo de mel. Isso torna o bico mais leve e portanto não dificulta o vôo.

Os tucanos são aves da família dos Ramphastídeos, caracterizada por aves com enorme bico adaptado a pegar frutas e pequenos animais. Apesar de enormes, os bicos são muito leves devido à sua estrutura esponjosa de material proteico. E mesmo sendo porosos, são muito resistentes. No Tucano, o bico pode alcançar 22 centímetros.

O bico

O bico é a mais notável característica dos tucanos, útil para apanhar frutos em locais difíceis, descascá-los, intimidar outros animais, perfurar madeira, sondar a lama e impressionar as fêmeas; o bico também é utilizado para jogar frutos um nos outros, durante o ritual de acasalamento. As garras são outra característica do animal; é constituída por dois dedos dianteiros e dois traseiros o que lhe confere boa sustentação nos galhos.

Alimentação

Ele é um animal onívoro, alimenta-se de insetos, lagartos, ovos, filhotes de outros pássaros e, principalmente, frutas. Seu hábito alimentar é diurno.

Reprodução

Sua reprodução ocorre no final da primavera e a fêmea bota de 2 a 4 ovos em ninhos localizados no alto dos troncos das árvores. O casal se reveza na tarefa de chocar os ovos, os quais eclodem entre 16 e 20 dias. Quando nascem, sua aparência é desproporcional; seu bico é grande e o corpo, pequeno; os olhos só abrem após três semanas e os pais cuidam de seus filhotes até eles saírem dos ninhos, o que ocorre em seis semanas. A coloração do bico só é definida meses após o nascimento.O tucano ainda não é uma espécie ameaçada de extinção, entretanto tem sido capturado e traficado para outros países a fim de ser vendido em lojas de animais. Isto tem como conseqüência a diminuição de sua população nas florestas, pondo em risco a variabilidade genética, como também a morte de muitos animais durante o transporte.

Ler mais

Tziu

O tiziu (Volatinia jacarina) é uma ave da família Thraupidae que ocorre em todas as regiões do Brasil, sendo muito comum principalmente em áreas de vegetação alterada, como capinzais. Esta ave é sexualmente dimórfica (machos diferentes de fêmeas), sendo que os machos apresentam uma plumagem nupcial pretoazulada com manchas subaxilares brancas, enquanto as fêmeas e os jovens apresentam uma coloração parda.

Ler mais