Guia que visa popularizar a observação de aves é lançado em São Paulo

No dia 23 de novembro de 2015, às 19h, a Wildlife Conservation Society (WCS) e a Editora Horizonte, lançam o guia Aves do Brasil: Mata Atlântica do Sudeste, de Robert S. Ridgely, John Gwynne, Guy Tudor e Martha Argel. Com linguagem simples e todo ilustrado, o livro apresenta os ambientes da Mata Atlântica e os desafios para a sua conservação. Além disso, destaca todas as espécies de aves da região, com ilustrações, mapas de distribuição e textos que permitem sua identificação. O lançamento acontecerá na Livraria Cultura – Conjunto Nacional, em São Paulo, com a presença dos autores John Gwynne (EUA) e Martha Argel (Brasil).

Este é o segundo volume de uma série que aborda as aves de todos os biomas brasileiros. Desta vez, são apresentadas 927 espécies de aves da Mata Atlântica do Sudeste com ocorrência nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo, além do leste de Minas Gerais e sul da Bahia. A maioria das descrições é acompanhada de precisas ilustrações – são mais de 1300, feitas por renomados artistas especializados em aves, como Guy Tudor, o maior ilustrador de aves sul-americanas. Em suas 432 páginas, o livro traz informações dos ambientes, épocas e altitudes de ocorrência, características físicas, dicas para diferenciação de espécies semelhantes e breves descrições de comportamento e voz.

Com um formato compacto, considerado mais eficiente para o uso em campo, o preço sugerido do Guia é de R$ 69,00. Este valor, muito mais acessível que o de livros semelhantes, só foi possível graças ao patrocínio da Fundação Grupo Boticário e da Fibria, ao apoio do Legado das águas – Reserva Votorantim e às doações feitas por instituições e pessoas físicas à WCS nos Estados Unidos. O objetivo do preço subsidiado é estimular o interesse da população pela observação de aves no Brasil.

Mais informações pelo site www.edhorizonte.com.br ou pelo telefone (11) 3022-5599.

Ler mais

Exposição traz imagens incríveis de aves em extinção

Esta imagem incrível de ararajubas do zoo do Parque Cyro Gevaerd, em Balneário Camboriú, faz parte do primoroso trabalho assinado pelo fotógrafo mineiro, radicado em São Paulo, Tony Genérico.

As fotos foram feitas no ano passado em estúdio fechado, com uma técnica especial e acompanhamento de profissionais para não estressar os animais.

O resultado pode ser visto em uma mostra no próprio zoo. Foram fotografadas oito aves silvestres, algumas delas ameaçadas de extinção. Tony Genérico veio a Balneário Camboriú a convite da ICCO, a organização que mantém o zoo do Cyro Gevaerd.

A mostra é um dos projetos aprovados pela Lei de Incentivo à Cultura e tem ao apoio da ICCO e do Convention Bureau.

A visitação é de segunda a sexta, das 9h às 17h. Até o dia 2 de agosto.

Fonte: O Cotidiano da Região 

Ler mais

Alimentos que Podem Matar seu Pássaro

Muitas vezes temos dúvidas sobre alimentação,o que podemos ou não oferecer para os nossos pássaros, espero que o artigo contribua e ajude a tirar as dúvidas !

As aves são criaturas sociais, por isso muitos proprietários permitem que seus animais de estimação fiquem soltos pela casa, incluindo na hora das refeições. Especialmente os donos de Agapornis e de Calopsita costumam fazer isso, e não há nada de errado! Compartilhar comida com seu pássaro é muito divertido, além de ser maravilhoso para a saúde emocional do seu animal, pois eles adoram esses agrados, porém existem muitos alimentos humanos comuns que podem ser prejudiciais ou mesmo fatais para o seu pássaro. Os proprietários precisam saber quais os alimentos que são bons e podem ser compartilhados, e quais representam um sério risco. Leia mais para descobrir os top 10 alimentos que podem matar seu pássaro.

1) Chocolate: O chocolate é um deleite maravilhoso para compartilhar com os membros de sua família humana, mas pode ser prejudicial ou fatal para o seu pássaro de estimação. Envenenamento por chocolate primeiro afetará o sistema digestivo da ave, causando vômitos e diarreia. Conforme a doença progride, o sistema nervoso central será afetado, primeiro causando convulsões e, eventualmente, a morte.

2) Sementes de Maça: Acredite ou não, mas maçãs e outras frutas, como cerejas, pêssegos, damascos e peras, contêm vestígios de cianeto dentro de suas sementes. Enquanto o fruto da maçã é ótimo para o seu pássaro, fique ciente de que, além das sementes “venenosas”, pode haver pesticidas presentes na casca do fruto. Certifique-se de limpar cuidadosamente e retirar as sementes de quaisquer pedaços de maçã que você compartilhar com seu pássaro, de forma a evitar a exposição a estas toxinas.

3) Abacate: A casca e a poupa desta fruta é conhecida por causar distúrbios cardíacos ou insuficiência cardíaca eventual em algumas espécies de aves de estimação. Embora haja algum debate com relação ao grau de toxicidade do abacate, geralmente é recomendado adotar um pensamento do tipo “melhor prevenir do que remediar”, mantendo o abacate bem longe de nossas aves de estimação.

4) Cebolas e Alho: Embora o uso de quantidades limitadas de cebola ou alho em pó como aromatizante geralmente seja considerado aceitável, o consumo excessivo deles irá causar vômitos, diarreia, e uma série de outros problemas digestivos. Verificou-se que o excesso poderá levar a uma doença sanguínea conhecida como anemia hemolítica, que é seguido por insuficiência respiratória e até mesmo matar seu pássaro.

5) Álcool: Embora todos proprietários de aves que são responsáveis ??nunca sonhariam em oferecer para seu animal de estimação uma bebida alcoólica, tem acontecido casos em que as aves que ficam livres pela casa acabarem se intoxicando por álcool bebendo alguns coquetéis ou bebidas que ficam “perdidas” pela casa. O álcool deprime os sistemas e os órgãos das aves e pode ser fatal. Certifique-se de que seu pássaro esteja seguro, deixando-o dentro de sua gaiola sempre que alguma bebida alcoólica for servida em sua casa.

6) Cogumelos: Os cogumelos são um tipo de fungo, e têm sido conhecidos por causar problemas digestivos em aves de companhia. O chapéu e os caules de algumas variedades de cogumelo podem causar insuficiência hepática, chegando a matar seu pássaro.

7) Folhas de Tomate: Tomates, além de batatas, pepinos e outras solanáceas, são boas e até podem ser usadas em algum tratamento para o seu pássaro. Já os caules, cipós e folhas, no entanto, são altamente tóxicos para o seu animal de estimação. Certifique-se de que toda vez que você oferecer tais produtos para seu pássaro como forma de agrado, que eles estejam devidamente limpos e cortados, e com as partes verdes removidas, de modo que seu pássaro irá evitar a exposição a toxinas.

8) Sal: Enquanto todos os seres vivos precisam de quantidades reguladas de sódio em seus sistemas, muito sal pode levar a uma série de problemas de saúde nas aves, incluindo sede excessiva, desidratação, disfunção renal e morte. Certifique-se de controlar a quantidade de alimentos salgados que seu pássaro consome.

9) Cafeína: Bebidas com cafeína, como refrigerantes, café e chá são populares entre as pessoas, porém deixar que o seu pássaro tenha contato com essas bebidas pode ser extremamente perigoso. A cafeína provoca problemas cardíacos em aves, e está associada com aumento da frequência cardíaca, arritmia, hiperatividade e parada cardíaca. Compartilhe uma bebida saudável, feita de frutas puras ou suco de vegetais com seu pássaro, uma vez que isso irá satisfazer tanto o paladar do seu pássaro quanto as exigências nutricionais.

10) Feijão sem Cozinhar: Feijão cozido é uma guloseima muito apreciada por diversos pássaros, mas em estado natural, ou seja sem cozinhar, o feijão pode ser extremamente prejudicial para o seu animal de estimação. Sem estar cozido, o feijão contêm um veneno chamado hemaglutinina que é muito tóxico para as aves. Para evitar a exposição, certifique-se de cozinhar completamente qualquer feijão que você escolher dar para seu pássaro.

Autores : Renata e Vinicius Manhanini / Internet

Ler mais

Condominio de pásssaros para curiosos

Para os amantes de casinhas de pássaros e também observadores, vejam essa ideia de varias casinhas em uma : um lado é feito de 78 casinhas para os pássaros, e o outro lado uma grande abertura para as pessoas poderem entrar e observarem todos os movimentos dos moradores vizinhos. Ideia muito boa do estúdio de design japonês  Nendo.

O projeto foi feito em uma floresta na cidade de Komoro, região montanhosa do estado de Nagamo.  O Tree House Bird Apartment se consiste numa casa de árvore com formato de uma gigante casa de pássarinho. Ela abriga 1 (uma) pessoa e 78 (setenta e oito) passarinhos! De um lado, a casa de árvore tem 78 ninhos de pássaros. Do outro lado, uma entrada pra uma pessoa que pode olhar para os 78 ninhos por dentro.

casa_passarinho_nendo_01 casa_passarinho_nendo_02 casa_passarinho_nendo_03 casa_passarinho_nendo_05 casa_passarinho_nendo_07 casa_passarinho_nendo_08 casa_passarinho_nendo_09 casa_passarinho_nendo_10 casa_passarinho_nendo_11

Ler mais