Justiça recebe denúncia contra suspeitos de matar pássaro afogado

Dois adolescentes de 14 anos foram denunciados pelo Ministério Público Estadual (MPE) pela morte de um pássaro no mês passado, em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá. A denúncia foi recebida pela Justiça, que já realizou a primeira audiência para ouvir os dois garotos sobre o vídeo que mostra o afogamento da ave. Essas imagens teriam sido enviadas por um dos adolescentes para um grupo de um aplicativo de celular e tiveram repercussão na rede social. Em razão disso, um internauta denunciou o caso ao Ministério Público.

O vídeo mostra o afogamento da ave. Um dos adolescentes, segundo denúncia do Ministério Público, colocou a gaiola onde o pássaro estava dentro de uma piscina. Após deixar a gaiola dentro d’água por alguns minutos, o pássaro morre afogado. A internauta que fez a denúncia contou ao G1que, pelas imagens, identificou o uniforme do adolescente que estava afogando o pássaro. “Na hora que ele coloca o passarinho na água dá para ver parte da camiseta dele, que é de uma escola particular tradicional na cidade”, disse a moradora, que pediu para não ter o nome divulgado pela reportagem.

Essa moradora disse ter ficado revoltada com a cena de crueldade e decidiu denunciar o caso. “As pessoas começaram a comentar quem teria feito aquilo e comecei a juntar elementos para encaminhar ao Ministério Público. Consegui até mesmo áudios dele [adolescente] contando que ele tinha matado o passarinho”, contou. O material foi analisado pelo MP e foram identificados fortes indícios de autoria do crime.

Ela contou ainda que depois da repercussão do caso na cidade o adolescente que aparece no vídeo chegou a deixar o local e a casa onde mora havia sido pichada por manifestantes em protesto contra os maus tratos. Apesar de apenas dois garotos terem sido representados, pelo menos outros cinco teriam assistido o crime e, nesse momento, é possível pelo vídeo ouvir as risadas e gritos das pessoas que estavam ali.

Na próxima audiência que ainda será agendada devem ser ouvidas quatro testemunhas de acusação arroladas pelo promotor de Justiça, Milton Pereira, responsável pelo inquérito, além das testemunhas apresentadas pela defesa dos adolescentes.

A lei que trata de maus tratos diz que aquele que ferir, mutilar ou matar animais domésticos ou silvestres será penalizado. A pessoa é presa e ainda tem que pagar multa. Porém, esse caso é diferente, pois se trata de um menor de idade. As medidas socioeducativas que o menor está sujeito à internação, à liberdade assistida, à prestação de serviços comunitários e até medidas compatíveis com a conduta.

A Ong Universo Verde informou que a entidade recebeu vários telefonemas de pessoas informando o nome das pessoas envolvidas na morte do pássaro. “Nós vamos acompanhar de perto para que se faça realmente o cumprimento legal, porque na verdade não é o primeiro caso desse tipo que a Ong acompanha”, declarou Alzira Nogueira.

http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2014/03/justica-recebe-denuncia-contra-suspeitos-de-matar-passaro-afogado.html

Um comentário em “Justiça recebe denúncia contra suspeitos de matar pássaro afogado

  • 01/04/2016 em 13:23
    Permalink

    Quando menina tínhamos em casa um Jogo de cartas, um quarteto de Pássaros da mesma família!
    Era super divertido sempre brincávamos em família! Já procurei em diversas livrarias e não encontro…
    Fica aqui o meu desafio às Editoras que pensem em editar mais este material, tão educativo para ser
    usado, em vêz de só joguinhos eletrônicos…. Obrigada pela atenção que me for dada, pelo menos se receberam ou não… Elieti Gorski Damaceno

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Codigo de seguranca *